Louise Barsi: posso ficar bilionário com dividendos?

Dividendos, dividendos sintéticos, tributação de dividendos… O novo episódio do podcast At The Money mostra tudo o que você precisa saber sobre gerar renda passiva, com Louise Barsi.

No papo com Leo Dutra e Jehniffer Santana, conheça as estratégias da especialista do mercado de capitais para ganhar dinheiro com ações e opções.

Quem é Louise Barsi?

Analista com certificação CNPI e especialista no mercado de capitais, Louise Barsi é um dos nomes listados na Forbes Under 30 – lista emitida pela revista Forbes que destaca grandes revolucionários e transformadores no mundo com até 30 anos de idade.

Uma das maiores investidoras da B3, Louise é sócia-fundadora da empresa Ações Garantem Futuro (AGF), que tem o objetivo de tornar acessível o mercado de investimentos para pessoas comuns a partir da metodologia criada por Luiz Barsi nos anos 70. 

Com diversas frentes de atuação, a plataforma do AGF já reúne mais de 10 mil assinantes.

Filha de Luiz Barsi, o maior investidor pessoa física da bolsa de valores brasileira, Louise é formada em economia e contabilidade, e está à frente de um MBA da Finanças certificado pelo MEC.

Você pode conferir o episódio completo a seguir:

Estratégia com ações

Como dito acima, o principal foco de Louise Barsi hoje é o projeto Ações Garantem Futuro, cuja estratégia segue a metodologia desenvolvida por Luiz Barsi para gerar renda passiva. Como o nome sugere, a empresa compartilha a filosofia de que é com ações de boas pagadoras de dividendos que se constrói um patrimônio no futuro.

Para montar o portfólio, a analista conta que segue um principal direcionamento: “Se está abaixo do preço-teto, a gente compra, se está acima, para de comprar e olha se tem alguma outra (ação) abaixo do preço-teto”.

Antes disso, porém, existe uma análise para definir o preço-teto daquela empresa – ou seja, o máximo que você aceita pagar por um ativo em específico. As métricas olhadas mostram se a empresa é boa, se tem dividendo consistente, se tem fundamentos sustentáveis a longo prazo.

 Assim, o primeiro passo é conhecer a parte qualitativa da empresa, e depois analisar a parte quantitativa, sendo a análise de dividendo a última ponta.

Para tomar a decisão de investimento, Barsi avalia se a empresa tem um histórico recorrente de pagar, no mínimo, 6% ao ano em dividendos. Esse é o único filtro invariável de sua análise. Isso porque é através desses 6% que a investidora monta uma margem de segurança.

Então, divide a média histórica de dividendos – ou o dividendo que está projetando para os próximos exercícios – pela taxa esperada de retorno, o resultado será o preço-teto.

Assim, é possível aumentar a chance de receber essa renda, e limitar o risco de entrar em um ativo mais caro do que seu valor justo.

E quando realizar o prejuízo?

Nesse caso, o ideal para Louise Barsi é sempre olhar para o fundamento da empresa. Se identificar uma perda efetiva do fundamento, é hora de vender, mesmo se estiver com um prejuízo. Isso porque quando determinada empresa perde seus fundamentos, dificilmente ele continuará em linha com a estratégia do portfólio.

Mas isso é mais difícil do que parece, às vezes você só percebe que o fundamento se perdeu depois de alguns balanços trimestrais e quando se dá conta, o barco já afundou.

Por isso, Barsi compartilhar uma dica para ficar mais fácil identificar: olhar se uma empresa está indo para um caminho em que não vai mais pagar dividendo, como aconteceu com a Oi (OIBR4), mudou seu curso, ou tomou decisão de investimento muito equivocada, como aconteceu com a Ultrapar (UGPA3). 

Estratégia com opções

Louise Barsi comenta que, apesar de não ser seu foco, também opera com opções. A analista explica que há um tempo atrás, a empresa era resistente a utilizar os derivativos. Isso porque o mercado ainda não tinha liquidez à época, e iria contra a famosa ideologia de se manter fiel a uma única estratégia.

“Há 10 anos atrás não seria possível a gente fazer estratégia que a gente faz hoje, com o tamanho das posições que a gente mexe (…) o mercado não tinha liquidez suficiente nos papéis que nós temos na carteira.” 

No entanto, conforme viram uma melhora na liquidez do mercado e pensando em modernizar, passaram a montar operações com o lançamento coberto de call ou put – estratégia que também usamos por aqui.

“Se a gente vê algum lado muito extremo, seja para cima ou para baixo, em algum de nossos papéis em dias específicos de bastante volatilidade e assimetria nos preços,  costumamos lançar bastante coisas [com opções]”

Com a estratégia, houveram meses em que Louise recebeu mais retorno de dividendos sintéticos com opções do que de dividendos distribuídos pelas empresas da carteira. 

Justamente pela possibilidade de alta rentabilidade, a analista reforça que o mercado de derivativos pode ser extremamente sedutor e traiçoeiro, além de ser uma ferramenta mais complexa do mercado variável.

Portanto, é preciso ter cuidado ao operar com opções. O ideal é que a pessoa separe um tempo para estudar sobre a ferramenta, e faça controle da exposição e do risco de cada operação.

Leia também: Venda De Call: Lançamentos Coberto E Descoberto

Tributação de dividendos no Brasil

Desde 1995, os dividendos no Brasil são isentos de tributação, mas antes, toda a distribuição dos lucros para os acionistas em forma de dividendos tinha parte retida na fonte.

Agora, essa questão volta a surgir com a equipe econômica do novo governo eleito. É seguindo essa linha que Louise comenta sobre a discussão referente à volta da tributação de dividendos.

De acordo com a analista, a discussão não acontecerá de forma simples e prática, então é possível enxergarmos grandes movimentações no mercado em torno disso. 

De qualquer forma, sua perspectiva é de que as empresas comecem a realizar mais programas de recompra de ações – que acaba aumentando a concentração das ações entre os acionistas e, por consequência, aumentando o lucro por ação de cada acionista – ou bonificações aos investidores, ao invés da distribuição de dividendos e JCP. Prática que já é muito comum nos Estados Unidos, cuja alíquota de tributação é de 30%. 

Apesar disso, Barsi considera que as empresas não devem parar de pagar dividendos para seus acionistas. Mesmo nos Estados Unidos, em que é tributado, é possível encontrar boas pagadoras de dividendos por aí.

Dessa forma, na prática, a volta da tributação não impactaria muito a vida do investidor, mas sim a da empresa.

Pensando no cenário político, o que esperar para 2023?

“Tiro, porrada e bomba… salve-se quem puder!” 

Brincadeiras à parte, ao ser questionada, Louise Barsi explica que espera muita volatilidade na bolsa de valores. Por isso, a renda fixa deve ser muito atrativa, não só para o investidor pessoa física, mas também para grandes instituições.

Segundo ela, para os fundos de investimento, é fácil conseguir entregar um bom resultado com a renda fixa. Mas pensando no viés do colecionador de ações, é em momentos como esse que o mercado precifica o pessimismo, e empresas que são muito boas acabam sendo penalizadas junto.

Nesse sentido, o investidor precisa ter essa sensibilidade de entender o quanto esse pessimismo já está no preço. O mercado é expectativa.

Se você prevê que alguns fatores do cenário macroeconômico já estão precificados no mercado com um tom pessimista, qualquer notícia, por menor que seja, que mostre uma direção contrária pode movimentar – e muito – o mercado.

Então, basta que o cenário político e fiscal não seja tão ruim quanto o que o mercado está prevendo, para a bolsa voltar a subir.

Importância das finanças comportamentais

Com essa forte diferença entre a renda fixa e o mercado variável, é normal ficar a dúvida no investidor em relação a qual investir.

A especialista explica que a maioria dos investidores brasileiros não foca no longo prazo. De acordo com ela, ele é muito imediatista e segue aquele famoso ditado “mais vale um pássaro na mão do que dois voando”. Ou seja, tem pouca disposição ao risco.

Antes de investir na bolsa, é importante entender que você está abrindo mão de uma taxa pré-fixada hoje, para algo que pode gerar retornos somente daqui a vários anos. Louise Barsi explica que, se esse não for o seu perfil, não há problema nenhum em se manter na renda fixa.

Mas é importante conhecer o seu perfil de investidor, e entender com o que você se sente confortável em operar.

Leia também: 5 Vieses Comportamentais Que Você Não Sabia Que Tinha


Sobre o At The Money

O At The Money é o podcast da Invius Research, apresentado pelos fundadores Leo Dutra e Jehniffer Santana. Nele, trazemos convidados de várias áreas diferentes, mas com ideias de alto valor para serem compartilhadas.

Se você quer acompanhar as edições futuras do podcast, clique aqui e inscreva-se agora. Todo domingo, às 19h em ponto, tem edição nova – e durante a semana, os cortes com os melhores momentos de cada edição.

QUERO ACOMPANHAR O AT THE MONEY

Aulas sobre o Mercado de Opções

Como fazer análise dos gráficos para operar opções

Nesta aula gratuita vou te explicar analisar gráficos para operar opções e como funciona o comportamento…

Como multiplicar os dividendos das suas ações

Vou te ensinar como utilizar o mercado de opções para multiplicar os dividendos das suas ações

Como usar estatística para operar opções

Tenha alta taxa de acerto com ganhos expressivos. Nesta aula você vai entender como usar estatística…

Você pode se interessar

B3SA3: Essa ação pode subir 186%

Hoje eu quero trazer para você a análise quantitativa de um ativo que acompanhamos bastante aqui…

Renda Fixa: como utilizar para fazer venda de PUT?

Você sabia que é possível utilizar seus títulos de renda fixa para potencializar os seus ganhos…

Como usar as opções para potencializar sua carteira

Eu trabalho no mercado financeiro há 15 anos já, sendo 12 deles com o mercado de…