Como escolher as melhores ações

Um ponto muito importante ao se trabalhar com o mercado de opções é saber quais ações colocar na sua carteira.

Dessa forma, conseguimos trabalhar com empresas lucrativas de forma segura.

Por isso, hoje eu quero falar sobre alguns indicadores que você pode utilizar para analisar se uma empresa tem potencial de crescimento.

MSFT – Microsoft

A Microsoft é um exemplo de uma empresa com um potencial de crescimento invejável.

Nos últimos 30 anos, suas ações valorizaram 336.000%!

E o ativo continua subindo, tendo atingido o seu recorde histórico há pouco tempo.

Assim como ela, temos diversas outras empresas que possuem características que indicam um potencial de crescimento bastante interessante.

Mas quais são essas características?

Lucro Líquido Crescente

Um dos primeiros indicadores que podemos analisar em uma ação é se o seu lucro líquido é crescente, isto é, está aumentando com o passar do tempo.

No caso da Microsoft, podemos observar que esse crescimento têm se mantido nos últimos anos.

Porém, esse indicador por si só não consegue nos dizer se a empresa tem potencial de continuar crescendo.

Para isso, precisamos olhar também para o seu capital investido.

Capital Investido

O capital investido de uma empresa corresponde à soma das suas dívidas com o seu patrimônio líquido.

É esperado que, quanto maior seja o seu lucro líquido, maior seja o seu capital investido, isto é, mais a empresa reinvista o seu dinheiro.

Porém, para saber se essa relação é sustentável, precisamos analisar o seu retorno sobre o investimento.

Retorno sobre o Investimento

O retorno sobre o investimento, como o próprio nome sugere, corresponde o quanto uma empresa está tendo de retorno sobre o dinheiro que ela está investindo.

No caso da Microsoft, podemos ver que o seu retorno tem sido, a cada ano que passa, maior.

Isso mostra que essa empresa pode investir cada vez mais, e consequentemente, ter uma maior valorização das suas ações.

É importante que o retorno sobre investimento seja sempre maior que o custo sobre o capital (ou CMPC) de uma empresa.

Custo sobre o Capital

O custo sobre o capital de uma empresa corresponde à taxa de juros das suas dívidas mais o custo de capital do seu patrimônio líquido.

Fonte: InvestingPro

No caso da Microsoft, podemos ver que seu retorno sobre o investimento é de 28.3%, enquanto o seu custo sobre capital é de 9.3%.

Isso nos dá indícios de que essa empresa tem expectativa de continuar crescendo.

Alavancagem

Um outro indicador que podemos analisar é a alavancagem de uma empresa.

Esse dado nos mostra como está a tomada de risco de uma determinada companhia, indicando quantos anos de geração de caixa equivalem ao montante da sua dívida.

Fonte: InvestingPro

No caso da Microsoft, podemos ver que seria necessário menos de 1 ano de geração de caixa para cobrir suas dívidas, o que indica uma baixa alavancagem, e que vem diminuindo com o passar do tempo.

Essa diminuição é decorrente de um aumento no seu lucro líquido acompanhado por uma estabilização na tomada de dívidas.

Fluxo de Caixa Livre

O Fluxo de caixa livre indica todo o dinheiro que sobra depois de pagas todas as despesas da empresa.

Esse capital é utilizado para pagar dívidas, remunerar os acionistas ou recomprar ações.

Fonte: InvestingPro

Índice de Cobertura de Juros

Outro indicador de risco de uma empresa é o índice de cobertura de juros, que indica quantas vezes a geração de caixa consegue pagar a taxa de juros que a empresa possui.

Fonte: InvestingPro

No caso da Microsoft, podemos ver que ela conseguiria pagar 37 vezes a sua taxa de juros com o que gera de caixa.

Liquidez

Esse é talvez um dos índices mais importantes que precisamos olhar quando analisamos as ações de uma empresa: a sua liquidez.

É importante que esse indicador seja sempre maior que 1 para garantir que a empresa não está com risco de insolvência.

Quando esse valor é muito baixo ou mesmo negativo, significa que uma empresa possui muito menos ativos do que passivos, o que acaba a levando à falência.

Fonte: InvestingPro

Conclusões

É claro que existem outros fatores que também influenciam no preço das ações de uma empresa, como o setor no qual ela está inserida ou mesmo condições do mercado.

Não existe nada certo nessa vida, pois mesmo com 99% de chance de algo acontecer, ainda existe aquele 1% que pode causar dor de cabeça.

Mas analisando esses indicadores com cuidado, você consegue se proteger contra muitas ações “bomba-relógio” na sua carteira de investimentos.

Aulas sobre o Mercado de Opções

Como fazer análise dos gráficos para operar opções

Nesta aula gratuita vou te explicar analisar gráficos para operar opções e como funciona o comportamento…

Como multiplicar os dividendos das suas ações

Vou te ensinar como utilizar o mercado de opções para multiplicar os dividendos das suas ações

Como usar estatística para operar opções

Tenha alta taxa de acerto com ganhos expressivos. Nesta aula você vai entender como usar estatística…

Você pode se interessar

Como gerar renda com ações nos EUA com venda coberta

O lançamento coberto, ou venda coberta, é uma estratégia que consiste na venda de uma CALL,…

BR x EUA: Qual mercado paga mais renda?

Desde que começamos a trabalhar tanto com o mercado americano quanto com o mercado brasileiro aqui…

Como duplicar as taxas na venda de PUT usando a volatilidade implícita

A volatilidade implícita é um conceito muito importante para quem opera no mercado de opções. Ela…