O que é e como funciona a Marcação a Mercado

O que é a Marcação a Mercado

Você já deve ter ouvido falar de algum investidor que ganhou muito dinheiro com a tal da Marcação a Mercado.

Ganhar com a Marcação a Mercado é algo possível de acontecer e deve ser considerado na hora de definir o seu investimento. Mas você deverá analisar a probabilidade disto acontecer e este não deverá ser o objetivo principal ao escolher um investimento.

O valor das aplicações de renda fixa que você possui são atualizados diariamente, com base na taxa de juros vigente praticada pelo mercado. Isto é feito para possibilitar a negociação dos títulos antes do vencimento contratado.

Como funciona a Marcação a Mercado

A rentabilidade dos títulos de renda fixa segue a fórmula de juros compostos:

Valor Futuro = Valor Presente X (1 + Taxa Anual) Elevado à duração do título

Por exemplo, se você deseja receber R$10 mil em um Título Pré-fixado por 5 anos que pague uma taxa de 10% ao ano, será necessário aplicar a quantia de:

10000 = Valor Presente X (1 + 0,10)5

Valor Presente = 10000 / (1,15) = 6.209,21

Este valor está garantido caso o título seja levado ao vencimento. Porém existe a possibilidade de negociar o título antes disso, através da sua corretora.

Vamos supor que você deseje ou precise negociar o título após 1 ano. Se a taxa de juros do mercado permanecesse constante em 10% até lá, o título deveria valer:

Valor Presente = 10000 / (1,14) = R$6.830,13

Porém os juros praticados pelo mercado estão sempre mudando, por conta da inflação e das políticas fiscal, monetária e cambial.

Se daqui a um ano o mercado estiver precificando a taxa de juros em 12%, o seu título será marcado a mercado da seguinte maneira:

10000 = Valor Presente X (1 + 0,12)4

Valor Presente = 10000 / (1,124) = 6.355,18

Ou seja, se você precisar resgatar o título após 1 ano, terá uma rentabilidade de 2,35% ao ano ao invés de 10%.

Vamos supor agora que daqui a um ano a taxa de juros esteja em 8%. O seu título será marcado a mercado da seguinte maneira:

10000 = Valor Presente X (1 + 0,08)4

Valor Presente = 10000 / (1,084) = 7.350,30

Neste caso, seria vantajoso resgatar o título antecipadamente, pois ele teria uma rentabilidade de 18,38% ao ano ao invés de 10%.

Conclusão

Em qualquer aplicação Pré-fixada (com juros fixo) é possível ter um ganho acima da taxa contratada em caso de queda na taxa de juros.

No caso os títulos do governo, isto vale para o Tesouro Pré-fixado e para o Tesouro IPCA +.

Aulas sobre o Mercado de Opções

Como fazer análise dos gráficos para operar opções

Nesta aula gratuita vou te explicar analisar gráficos para operar opções e como funciona o comportamento…

Como multiplicar os dividendos das suas ações

Vou te ensinar como utilizar o mercado de opções para multiplicar os dividendos das suas ações

Como usar estatística para operar opções

Tenha alta taxa de acerto com ganhos expressivos. Nesta aula você vai entender como usar estatística…

Você pode se interessar

PRIO3: a empresa que tem dado mais de 2% ao mês

A PRIO3 (PetroRio), é uma empresa com a qual temos trabalhado bastante no nosso canal de…

Fiz a venda de PUT e o mercado caiu. E agora?

“O que eu faço se o mercado começar a cair depois que eu montei uma venda…

3 ações para fazer venda de PUT em maio de 2024 | Brasil

No mês passado, eu fiz um conteúdo mostrando 3 ações que poderiam ser utilizadas no mês…