Como calcular o potencial de alta de uma ação

Quem me acompanha há um tempo sabe que eu gosto muito de reforçar a importância de analisar indicadores de performance, risco e preço de uma ação.

Esse tipo de análise nos auxilia muito na hora de decidir qual empresa vamos escolher para montar as nossas estratégias, garantindo que não entremos em nenhuma furada.

Porém, se você se recorda do nosso artigo sobre Lançamento Coberto x Lançamento Sintético, às vezes podemos ficar em dúvida sobre qual estratégia escolher.

Por isso, resolvi mostrar uma outra análise que você pode fazer para entender qual o potencial de alta de uma ação, e a partir dela, definir qual a melhor estratégia para seguir.

Preço de uma Ação

O preço de uma ação é influenciado, entre outras coisas, pelos ciclos de mercado.

No ciclo de pessimismo, as pessoas costumam ficar mais aversas ao risco, fazendo com que as empresas fiquem mais “baratas”.

Já no ciclo de otimismo, acontece o inverso: as pessoas costumam a ficar mais propensas ao risco, fazendo com que o preço das ações acabem subindo.

Existem alguns indicadores que nos ajudam a entender por qual desses ciclos um ativo está passando. Mas hoje, quero te mostrar como fazer a análise do Preço por Lucro de uma Ação.

P/L de uma Ação

Esse indicador nos mostra por quantas vezes uma empresa está negociando o seu lucro por ação.

Olha esse exemplo da Microsoft.

Fonte: Investing Pro

Podemos notar que a empresa passou por ciclos de otimismo (com P/L de até 50,8x) e pessimismo (com P/L de 4,9x), mas o seu P/L médio está na casa dos 33,4x.

Nosso próximo passo é entender quais as projeções de lucro futuro para essa ação.

Podemos conseguir essas informações em algumas plataformas, como a TradingView (gratuita) ou a InvestingPro (paga).

A Microsoft tem uma projeção de LPA de US$31,20 para 10 anos.

Fonte: Investing Pro

Ou seja, o preço projetado para a ação em 10 anos é de US$1.042,08 (US$31,20 x 33,4).

Quem comprou essa ação por US$415,80 hoje, teria um retorno de 9,62% ao ano em 10 anos.

E quem comprou pelo preço mínimo das últimas 52 semanas (US$259,21), teria um retorno de 14,92% ao ano em 10 anos.

Fonte: Invius Research

Entendeu porque devemos “comprar ao som dos canhões e vender ao som dos violinos”?

Conclusões

Quando trabalhamos com o mercado de ações, é importante não só analisar os indicadores de performance, risco e preço de uma ação, mas também qual o potencial de alta desse ativo.

Essa é, inclusive, uma das análises que fazemos nos nossos canais de recomendações antes de decidir qual estratégia montar.

Fonte: Invius Research

Se você tem interesse em operar no mercado de opções e quer participar dos nossos canais de recomendações do mercado brasileiro e do mercado americano, o Opções e Oportunidades, entre em contato com o nosso time de atendimento pelo WhatsApp CLICANDO AQUI.

Aulas sobre o Mercado de Opções

Você pode se interessar

Ações nos EUA: Como encontrar as melhores empresas para investir

Estamos entrando no segundo semestre de 2024 e, se tem uma coisa que todo investidor percebeu,…

Como usar a compra de CALL para ter ganhos exponenciais

Nós falamos bastante sobre estratégias como venda de PUT ou venda de CALL para rentabilizar a…

BABA: a ação que está pagando 2,07% por semana na venda de PUT

Um dos ativos que temos trabalhado bastante no mercado americano é o BABA, da empresa Alibaba.…