Como utilizar a THL para gerar renda semanal no Brasil

A Trava Horizontal de Linha, também conhecida como THL, é uma estratégia muito boa para quem gosta de operar opções de forma mais controlada.

Com a implementação dos vencimentos semanais das opções aqui no Brasil, essa estratégia tende a ser muito mais executada para aproveitar a variação de valor das opções com a proximidade do seu vencimento.

Por isso, hoje quero mostrar um pouco sobre quais as vantagens em se utilizar a THL, quando utilizá-la e que cuidados tomar.

Venda Coberta com PETR4

Suponha que eu faça a compra de um lote de ações da PETR4 com um preço de R$ 42,51.

Uma estratégia que nós poderíamos trabalhar com esse ativo seria a venda coberta de CALL, também chamada de Lançamento Coberto.

Nesse caso, nós poderíamos vender uma CALL com um vencimento para 7 dias, a um strike de R$ 42,50.

Nessa operação, nós receberíamos R$0,82 de taxa em troca da obrigação de ter que vender o ativo a R$ 42,50, o que representa um retorno de 1,92% em 7 dias.

É claro que existem algumas considerações a serem feitas.

Se o mercado sobe muito, eu sou obrigado a vender as minhas ações pelo valor combinado na venda de CALL.

Além disso, essa estratégia é bem vantajosa quando o mercado está lateralizado, sem tanta variação.

Mas o que eu faço quando eu não tenho muito capital disponível?

É claro que nem sempre vamos ter uma grande quantidade de capital para alocar em um só ativo e comprá-lo.

Nesse caso, podemos montar uma THL ou Trava Horizontal de Linha.

Nela, ao invés de fazermos a aquisição do ativo, fazemos a compra de uma CALL para o vencimento regular.

Essa opção nos dá o direito de adquirir o ativo a um determinado valor daqui 30 dias.

Em seguida, fazemos a venda da CALL pelo mesmo valor em cima da CALL comprada, com vencimento para 1 semana.

Como você deve ter notado, vamos pagar uma taxa de R$1,94 para montar essa operação.

Ou seja, para que essa estrutura no mínimo cubra o meu capital investido, ela precisa gerar uma renda semanal média de R$ 0,38 (R$1,94/5).

No primeira semana, a operação me retorna R$0,82. Logo, nos próximos 4 vencimentos semanais ela precisa me retornar uma taxa média de R$0,28 ((R$1,94-R$0,82)/4).

E quando eu devo utilizar a THL?

Um cuidado que precisamos ter quando montamos esse tipo de estratégia é em relação aos ciclos de mercado.

Como você deve se lembrar, o mercado funciona em ciclos de pessimismo e otimismo.

Se nós montarmos esse tipo de estratégia antes de o mercado passar por uma eventual subida, perdemos a oportunidade de aproveitar a valorização que esse ativo vai sofrer.

Porém, olha para o valor de delta dessa operação.

O delta dessa estrutura é de 43,09. Isso significa que, para cada R$1 que o mercado sobe, eu ganho R$0,43 com essa operação.

O que podemos fazer nesse caso é comprar uma opção mais longa que tenha liquidez.

Dessa forma, com o delta acima de 100, nós não deixamos de ganhar com uma possível subida do mercado.

A partir disso, temos algumas opções.

Quando o delta cair a ponto de ficar negativo, podemos encerrar a posição.

Teremos um pequeno prejuízo na operação em si, mas ganhamos com a alta do mercado.

Podemos também fazer uma rolagem da operação, jogando o vencimento para frente e vendendo a opção OTM.

Nesses casos, encerramos a estrutura com um prejuízo temporário, mas não perdemos um ativo com alto potencial de crescimento.

Aulas sobre o Mercado de Opções

Você pode se interessar

Ações nos EUA: Como encontrar as melhores empresas para investir

Estamos entrando no segundo semestre de 2024 e, se tem uma coisa que todo investidor percebeu,…

Como usar a compra de CALL para ter ganhos exponenciais

Nós falamos bastante sobre estratégias como venda de PUT ou venda de CALL para rentabilizar a…

BABA: a ação que está pagando 2,07% por semana na venda de PUT

Um dos ativos que temos trabalhado bastante no mercado americano é o BABA, da empresa Alibaba.…